CLASSE HOSPITALAR: A PRÁTICA PEDAGÓGICA EM UM HOSPITAL INFANTIL

Renata Marques Issa, Ediclea Mascarenhas Fernandes, Viviane Souza Oliveira

Resumo


O presente trabalho apresenta as práticas pedagógicas realizadas na Classe Hospitalar do Hospital Infantil Ismélia da Silveira, fundamentada em revisão bibliográfica e em uma pesquisa participativa realizada na referida instituição. Apresenta a metodologia realizada pelo projeto de Iniciação à Docência “Atendimento Pedagógico Hospitalar e Modalidades de Atendimento em Educação Especial”, do Núcleo de Educação Especial e Inclusiva da UERJ e pelo Programa de Classe Hospitalar da Coordenação de Educação Especial da Secretaria de Educação de Duque de Caxias desenvolvido nesta instituição. Num primeiro momento, o estudo discorre sobre a prática pedagógica realizada neste espaço. A seguir, através da apresentação de estudo de caso as autoras discutem a implementação e o desenvolvimento de propostas educacionais que promovem uma significativa melhora no desenvolvimento cognitivo e afetivo do aluno/paciente. Para posteriormente debater os resultados obtidos que possibilitou às crianças a adaptação, a motivação, e a ocupação sadia do tempo ocioso através de atividades diversas.A existência da Classe Hospitalar promove uma educação que possibilita à criança ressignificar sua vida e o espaço hospitalar no qual se encontra. Assim, ao proporcionar momentos de construção, expressão e reelaboração de pensamentos, a educação tem um importante papel a desempenhar no resgate da saúde da criança hospitalizada.


Palavras-chave


Classe Hospitalar; Pratica Pedagógica; Educação

Texto completo:

Sem título PDF PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Lei de Diretrizes e Bases da Educação do Brasil. 1996.

____. Ministério da Educação e Cultura. Estatuto da Criança e do Adolescente. 1990.

____. Ministério da Educação e Cultura. Diretrizes nacionais para Educação Especial na Educação Básica/ Secretaria de Educação Especial – MEC; SEESP, 2001.

____. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Hospitalizados. Resolução nº. 41 de 13 de outubro de 1995. Disponível no site: www.mj.gov.br. Acessado no dia 16 de Julho de 2010.

CECCIM, Ricardo Burg. Criança hospitalizada- atenção integral como escuta à vida. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRS, 1997.

____. FREITAS, Soraia Napoleão; PEIXOTO, Aromilda; FONSECA, Eneida Simões da. Classe Hospitalar e Atendimento Pedagógico Domiciliar: estratégias e orientações. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

____. Classe Hospitalar: encontros da educação e da saúde no ambiente hospitalar. Ano 3, nº10, p.43, ago/out 1999.

FERNANDES, Edicléa Mascarenhas. Uma proposta para o redimensionamento do atendimento educacional em rede pública de ensino a pessoas portadoras de retardo mental. In: O campo de Atenção Psicossocial. Rio de Janeiro: Instituto Franco Basaglia, Te Corá Editora, 2000.

____. Construindo um hospital hospitaleiro: acolhendo a família. In: Anais do III Encontro Nacional e I Encontro Baiano sobre Atendimento Escolar no Ambiente Hospitalar. Salvador, 2004, p.30-40.

____. GLAT, Rosana; ORRICO, Hélio; REDIG, Anie & FEIJÓ, Gabriela. A inclusão de pessoas com necessidades especiais através dos projetos de extensão do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação Inclusiva da UERJ. In: Revista Interagir: pensando a extensão. nº 7. Rio de Janeiro: UERJ, DEPEXT, 2005.

____. ORRICO, Hélio; ISSA, Renata Marques (Org.) Pedagogia Hospitalar: princípios, políticas e práticas de uma educação para todos. - 1. ed – Curitiba, PR: CRV,2014. 108 P.

FONSECA, Eneida Simões da. Atendimento escolar no ambiente hospitalar: revisto e atualizado. 2. ed. São Paulo: Memnon Edições Científicas Ltda, 2008. V. 1. p. 104.

____. Classe hospitalar: ação sistemática na atenção às necessidades pedagógico-educacionais de crianças e adolescentes hospitalizados. In: Revista Temas sobre Desenvolvimento, V.8, Nº 44, Memnom, São Paulo, pp. 32-37, 2000.

FONTES, Rejane de. As possibilidades da Actividade pedagógica a como tratamento sócio-afectivo da criança hospitalizada http://redalyc.uaemex.mx/redalyc/pdf. Acessado em 13 de agosto de 2010.

Revista Pilares da História. Textos sobre a História de Duque de Caxias e da Baixada Fluminense. Ano II, nº 03, dezembro de 2003.

VYGOTSKY, Lev Semynovich. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 ISSN: 2358-1840

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported .