Notícias

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO - NÚMERO TEMÁTICO: METODOLOGIAS ATIVAS PARA O LETRAMENTO LITERÁRIO NO ENSINO BÁSICO E SUPERIOR (PRAZO PRORROGADO)

2022-05-17

Nós, da Revista Primeira Escrita, uma publicação do curso de Letras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, câmpus de Aquidauana, disponível em https://seer.ufms.br/index.php/revpres, convidamos pesquisadores, estudantes de pós-graduação e especialistas a submeterem trabalhos voltados para o dossiê temático METODOLOGIAS ATIVAS PARA O LETRAMENTO LITERÁRIO NO ENSINO BÁSICO E SUPERIOR, com previsão para publicação no final do segundo semestre de 2022. 

Dossiê Temático:

            METODOLOGIAS ATIVAS PARA O LETRAMENTO LITERÁRIO NO ENSINO BÁSICO E SUPERIOR (PRAZO PRORROGADO)

O ensino de Literaturas vem se enquadrando como um fenômeno recente na área da Linguística Aplicada. Dentre os múltiplos olhares sobre os objetos desse campo, a perspectiva dos Letramentos Literários tem assumido um certo destaque, uma vez que sua principal preocupação é problematizar o processo de ensino e aprendizagem por uma perspectiva sociocultural.

Segundo Amorim et. al. (2022, p. 96), os  Letramentos Literários são entendidos como: “movimentos contínuos, responsivos e ideológicos de apropriação do texto literário como construção de sentidos sobre os textos, sobre nós mesmos e sobre a sociedade, o que envolve: 1) a compreensão do texto literário como um tecido em construção ou um texto infinito, com significados sempre em debate, abertos a questionamentos e contestações; 2) a possibilidade de construção contínua de atitudes responsivas - sempre ideologicamente  guiadas - na integração com textos literários em diferentes contextos e; 3) um movimento exotópico de encontro com o outro e consigo mesmo, de alteridade, pelo estético, numa perspectiva humanizante do ser humano coisificado”

Dentre os aspectos que marcam a identidade e a relevância dos Letramentos  Literários, destaca-se que esse prisma busca desconstruir a ideia de que a aula de literatura deve ser o espaço reservado para o ensino da mera periodização literária, descontextualizada do contexto social do educando, e um espaço de interação vertical, sem a mediação e a vicência com os textos. Logo, essa aproximação se justifica pelo principal objetivo das práticas sobre Letramento Literário no ensino básico e superior: a formação de leitores e professores de literaturas.

De forma concomitante à emergência dos estudos sobre Letramentos Literários, as “Metodologias Ativas para o Ensino e Aprendizagem” vêm emergindo com cada vez mais força nos campos de pesquisa da Linguística Aplicada, Estudos Literários e Educação. Essas metodologias constatam uma mudança nas formas de narratividade que formam a sensibilidade contemporânea, marcada pela mediação tecnológica e pela relação complexa com a recepção, instâncias que não podem ser elaboradas sem um viés crítico.

O interesse por esses assuntos está fundamentado no  objetivo comum de professores e pesquisadores em tentar estabelecer, sob um ponto de vista teórico-metodológico, uma série de inteligibilidades ligadas aos processos cognitivos e instrucionais sobre o ensino, de modo geral. Esse quadro geral expõe um campo de pensamento dedicado ao limiar entre teoria e prática, abrindo espaço para a germinação de novas propostas, experiências e métodos que reconhecem na literatura um modo de existência comunitário.Diante desse contexto, o presente dossiê foi desenvolvido com o intuito de receber artigos cujo enfoque principal orbite nas relações entre Metodologias Ativas, práticas de Letramentos Literários no ensino básico e superior e também demais pesquisas que se aproximem dessas temáticas.

Organizadores do dossiê:

Vinícius Oliveira de Oliveira (UFMS-CPAQ)

Felipe Lima (UFMS-CPAQ)

Prazo de submissão prorrogado: até 31 de agosto de 2022.

 

Saiba mais sobre CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO - NÚMERO TEMÁTICO: METODOLOGIAS ATIVAS PARA O LETRAMENTO LITERÁRIO NO ENSINO BÁSICO E SUPERIOR (PRAZO PRORROGADO)

Edição Atual

v. 9 n. 1 (2022): DISCURSO E ARGUMENTAÇÃO EM TEMPOS DE PANDEMIA

Consideramos a pandemia de Covid-19, causada pelo vírus SARS-CoV 2 ou novo coronavírus, que aflige o mundo desde o final de 2019 e o Brasil, oficialmente, a partir de março de 2020, como um acontecimento discursivo, cujos sentidos emergem das materialidades discursivas em relação com a história e com o acontecimento. Partindo deste pressuposto, são acolhidos neste dossiê estudos acerca da pandemia de Covid-19 desenvolvidos à luz da análise do discurso (em quaisquer das suas correntes ou perspectivas) e das teorias da argumentação, ou que promovam a aproximação entre os dois campos de estudo, para a compreensão do modo como os discursos (cotidianos, acadêmicos, científicos, midiáticos, políticos etc.) sobre o contexto ocasionado pelo coronavírus funcionam e se constituem nas condições de produção dadas.

O objetivo deste dossiê é congregar trabalhos ou resultados de pesquisas atualizados no campo dos estudos da linguagem, redigidos em português, inglês, espanhol ou francês, sobre a pandemia de Covid-19, a fim de adensar a discussão sobre a temática, assim como difundir reflexões interdisciplinares, a partir das muitas interfaces propiciadas pelos campos de estudo norteadores deste dossiê.

Organizadores:

Profa.Dra. Carla Severiano de Carvalho (UNEB)
Profa.Dra. Geisa Fróes de Freitas (IFBA)
Prof. Dr. Jocenilson Ribeiro (UFS)

Publicado: 2022-07-25

Edição completa

APRESENTAÇÃO

Ver Todas as Edições