Alguns apontamentos acerca da mobilização da Hermenêutica de Profundidade como referencial teórico-metodológico em pesquisas em Educação Matemática.

  • Leandro Josué de Souza
  • Bruno Alves Dassie UFF/Niterói-RJ
  • Mirian Maria Andrade UTFPR/Cornélio Procópio-PR

Resumo

Nosso objetivo com esse trabalho é apresentar um levantamento de algumas teses e dissertações, em Educação Matemática, que mobilizaram a Hermenêutica de Profundidade de John Brookshire Thompson como referencial teórico-metodológico de pesquisa. Esse trabalho apresenta, brevemente, um total de 21 trabalhos, os movimentos analíticos da Hermenêutica de Profundidade mobilizados e, por fim, são realizados alguns apontamentos visando sublinhar algumas das potencialidades desta metodologia de pesquisa. Cabe ressaltar, aqui, que alguns dos trabalhos apresentados estão acompanhados de outro(os) referencial(is) metodológico(s) – estratégia prevista por Thompson – e outros utilizam somente a Hermenêutica de Profundidade para analisar suas formas simbólicas (construções humanas intencionais). Nos resultados conseguimos mostrar algumas facetas desses trabalhos que sublinham as potencialidades da Hermenêutica de Profundidade. A maioria dos trabalhos analisados possui viés historiográfico.

Referências

Andrade, M. M. (2012) Ensaios sobre o Ensino em Geral e o de Matemática em Particular, de Lacroix: análise de uma forma simbólica à luz do Referencial Metodológico da Hermenêutica de Profundidade. Tese de Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/102111.

Azevedo, D. P. de. (2017) Uma análise de livros didáticos de Matemática da coleção EJA - Mundo do Trabalho. Mestrado em Educação para a Ciência. Bauru, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/151966.

Bagio, V. A. (2014) Da Escrita à Implementação das DCE/PR de Matemática: um retrato feito a cinco vozes e milhares de mãos. Mestrado em Educação em Ciências e em Matemática. Curitiba, Universidade Federal do Paraná (UFPR). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/1884/37250.

Bonetto, G. A. (2008) Uma constituição histórica (1965-1995) de práticas escolares mobilizadoras do objeto cultural “função” na cidade de Campinas (SP). Doutorado em Educação. Campinas, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251855.

Cardoso, V. C. (2009) A Cigarra e a Formiga: uma reflexão sobre a Educação Matemática brasileira da primeira década do século XXI. Doutorado em Educação. Campinas, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251747.

Genette, G. (2009) Paratextos Editoriais. Cotia, Ateliê Editorial (Tradução de Álvaro Faleiros).

Ginzburg, C. (2003) Mitos, Emblemas, Sinais: Morfologia e História. São Paulo, Companhia das Letras (Tradução: Federico Carotti).

Gomes, M L. (2008) As práticas culturais de mobilização de histórias da matemática em livros didáticos destinados ao ensino médio. Doutorado em Educação. Campinas, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251826.

Gonzales, K G. (2017) Formar Professores que Ensinam Matemática: uma história do movimento das licenciaturas parceladas no Mato Grosso do Sul. Doutorado em Educação para a Ciência. Bauru, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/151327.

Lopes, M. H. S. (2015) Como Ensinar Matemática num Curso Ginasial: um manual da CADES e sua proposta para a formação de professores de matemática. Mestrado em Educação Matemática. Campo Grande, Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Montoito, R. (2013) Euclid and his Modern rivals (1879), de Lewis Carroll: tradução e crítica. Doutorado Educação para a Ciência. Bauru, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/102058.

Oliveira, F. D. (2008) Análise de textos didáticos: três estudos. Mestrado em Educação Matemática. Rio Claro, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/91113.

Oliveira, G A de. (2011) A Matemática no Ensino Médio: diferentes abordagens do termo contextualização na perspectiva dos PCNEM. Doutorado em Educação. Cuiabá, Universidade Federal de Mato Grosso. Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/bfc67032e089a7f039be5724d05c60e8.pdf.

Otero-Garcia, S. C. (2015) Integrale, Longueur, Aire de Henri Lebesgue. Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/133947.

Pérez, A J L. (2015) A história da matemática como recurso pedagógico: uma análise hermenêutica sobre as concepções de alguns professores. Mestrado em Ensino, História, Filosofia das Ciências e Matemática. Santo André, Universidade Federal do ABC (UFABC). Retirada em 16 de agosto de 2018 de: http://biblioteca.ufabc.edu.br/index.php?codigo_sophia=76712.

Reis, D. A. F. (2014) História da Formação de Professores de Matemática do Ensino Primário em Minas Gerais: estudos a partir do acervo de Alda Lodi (1927 a 1950). Doutorado em Educação. Belo Horizonte, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-9LVP8T.

Rolkouski, E. (2006) Vida de Professores de Matemática: (im)possibilidades de leitura. Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/102138.

Silva, T. T. P. (2013) Os Movimentos da Matemática Moderna: compreensões e perspectivas a partir da análise da obra Matemática Curso Ginasial do SMSG. Mestrado em Educação Matemática. Rio Claro, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/91045.

Silva, R. R. da. (2015) A História da Matemática no Portal do Professor: uma análise hermenêutica dos planos de aula. Mestrado em Ensino, História, Filosofia das Ciências e Matemática. Santo André, Universidade Federal do ABC (UFABC). Retirada em 16 de agosto de 2018 de: http://biblioteca.ufabc.edu.br/index.php?codigo_sophia=96248.

Souza, L. J. de. (2017) A Aritmética Elementar de Charles Sanders Peirce: tradução e notas para uma hermenêutica. Mestrado em Educação para a Ciência. Bauru, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Retirado em 16 de agosto de 2018 de: http://hdl.handle.net/11449/150552.

Thompson, J. B. (2011) Ideologia e Cultura Moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Petrópolis, Editora Vozes.

Publicado
2019-04-24
Como Citar
Souza, L. J. de, Dassie, B. A., & Andrade, M. M. (2019). Alguns apontamentos acerca da mobilização da Hermenêutica de Profundidade como referencial teórico-metodológico em pesquisas em Educação Matemática. Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (4). Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/6455
Seção
Sessões Coordenadas