O preceito da cidadania nas políticas públicas educacionais no Brasil

Fernando Botto Lamóglia, Lindomar Wessler Boneti

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a presença da formação para a cidadania nos mais relevantes atos legislativos posteriores à Constituição Federal de 1988 (CF/88) no Brasil. Trata-se de uma reflexão teórica a partir da revisão bibliográfica e conceitual da temática cidadania, a partir dos olhares de Marshall (1967), Gadotti (2016) e Freire (2001), o que permitiu construir uma compreensão das dimensões civil, política, social e planetária do tema. Para a análise das legislações educacionais contou-se com as considerações de Ruy Barbosa (1946), no que tange à técnica da redação legislativa, destacando a importância da ordem das palavras em textos legais. Conclui-se que as políticas públicas educacionais seguintes à CF/88 no Brasil valorizaram de modo consistente uma educação dirigida precipuamente a qualificar o estudante para o trabalho quando comparado à sua formação para o exercício da cidadania. Esta conclusão aparece com nitidez ao se analisar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional no9.394/1996, a Lei do Ensino Médio no 3.415/2017 e a Resolução 2/2017 do Conselho Nacional de Educação (CNE) que instituiu a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), onde a tônica trabalho se apresenta superior que a da cidadania, afinando-se assim aos anseios das relações capitalistas de produção conforme sugere Bourdieu (2001).


Palavras-chave


Políticas Públicas Educacionais; Cidadania; Legislação.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, Ruy. Obras Completas de Ruy Barbosa Vol. XVII 1890 Tomo I – A Constituição de 1891. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1946.

BARBOSA, Ruy. Obras Completas de Ruy Barbosa Vol. XIV 1887 Tomo I – Questão Militar. Abolicionismo. Trabalhos Jurídicos. Swift. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura, 1955.

BOURDIEU, Pièrre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Editora Perspectiva, 2001.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em: . Acesso em: 3/02/2017.

BRASIL. Medida Provisória 746 de 22/9/2016. Exposição de motivos. Disponível em:

. Acesso em: 3/2/2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Novo Ensino Médio. DÚVIDAS. Disponível em . Acesso em 8/5/2017.

BRASIL. Presidência da República. Lei 13.415 de 16/2/2017. Disponível em

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm. Acesso em

/5/2017.

BRASIL. Senado Federal. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: nº 9.394/96.

Brasília: 1996. Disponível em: .

Acesso em: 3/2/2017.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília :MEC/SEF, 1997.

CARVALHO, José Murilo. A Cidadania no Brasil: o longo caminho. 11. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Política e educação: ensaios. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

GADOTTI, Moacir. Pedagogia da terra. São Paulo: Petrópolis, 2000.

GISI, Maria Lourdes., ZAINKO, Maria Amélia Sabbag. (2003). Políticas e gestão da educação superior. Curitiba: Champagnat, 2003.

IANNI, Octávio. Estado e capitalismo. São Paulo: Editora Brasiliense, 1989

MARSHALL, Thomas. H. (1967). Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1967

SALOMÉ, Josélia Schwanka; CARVALHO, Marcio Bernardes de; SOARES, Neuzita de Paula. Banco Mundial e Educação: a Interferência dos Organismos Internacionais nas Políticas Educacionais Brasileiras. In Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional, Curitiba, v. 12, n. 32, p.81-100 set./dez. 2017. Disponível em er.utp.br/index.php/a/article/ download/694/579/ acesso em 1/6/2018.

SANTOS, Lucíola Licínio de Castro Paixão; DINIZ-PEREIRA, Júlio. Tentativas de padronização do currículo e da formação de professores no Brasil. In Cad. Cedes, Campinas, v. 36, n. 100, p. 281-300, set.-dez., 2016. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v36n100/1678-7110-ccedes-36-100-00281.pdf. Acesso em 16/10/2018.

SAVIANI, Dermeval. Plano Nacional de Educação PNE 2014. Campinas: Autores

Associados, 2014.

SILVA, José Afonso da. Curso de direito constitucional positivo. São Paulo:

Malheiros., 2003.

SOUZA, Celina. “Estado do campo” da pesquisa em políticas públicas no Brasil. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 18, n. 51, p. 15-20, 2003. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-690920030001000

&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em 21/6/2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 ISSN: 2358-1840

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported .