A Confusão Criativa da Educação Musical

  • Keith Swanwick Universidade de Londres

Resumo

O texto apresenta algumas considerações sobre a revisão da produção no campo da educação musical entre os anos de 1930 e 2012, reunida na coleção “Music Education (Major themes in Education)” (2012), recentemente publicada. Neste sentido, o título do artigo reflete as múltiplas perspectivas sobre a natureza, o valor e a prática do ensino de música, incluindo: a gama de definições para a educação musical, a importância de perspectivas teóricas, a relação entre ensino e aprendizagem, a avaliação das práticas em sala de aula, a natureza controversa da educação musical, e a aprendizagem formal e informal. Por fim, o texto ressalta o valor desta “confusão criativa”, que acaba por oferecer uma rica diversidade de alternativas para a compreensão musical, garantindo oportunidades para todos ao mesmo tempo em que exige responsabilidade pela qualidade do processo de ensinoaprendizagem.

Referências

Swanwick, K. (ed.) Music Education. Major Themes in Education. London and New York: Routledge, 2012.

Kodaly, Z. The selected writings of Zoltan Kodaly. London: Boosey and Hawkes, 1874.

Thomas, R.B. Manhattanville Music Curriculum Project Synthesis; a structure for music education. New York: Bardonia, N.Y., Media Materials, inc., 1970.

Bruner, J. S.

Toward a theory of instruction. Harvard University Press, 1966.

Levin, B. Conducted Tour. London: Hodder and Stoughton, 1981.

Swanwick, K. Teaching music musically. London and New York: Routledge, 1999.

Swanwick, K. Musical knowledge: intuition, analysis and music education. London and New York: Routledge, 1994.

National Curriculum Council, Consultation report. York, England, 1992.

Finnegan, R. The hidden musicians: music-making in an English town. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

Baily, J. Music Is In Our Blood: Gujarati Muslim Musicians in the UK. Journal of Ethnic and Migration Studies, vol. 32, n. 2, 2006. p. 257-270.

Publicado
2016-10-31