Contribuições da Análise do Comportamento para a Inclusão Escolar: a Importância das Relações Interpessoais

  • Mary Cristina Olimpio Pinheiro Universidade Federal da Grande Dourados
  • Aline Maira da Silva Universidade Federal da Grande Dourados
Palavras-chave: Educação Especial, Relações sociais entre alunos, Deficiência

Resumo

Frente a presença do aluno com deficiência na escola regular, tem-se a necessidade de buscar formas para garantir que o mesmo tenha condições de participar e se desenvolver plenamente. Este ensaio teórico tem por objetivo discorrer sobre como a Análise do Comportamento pode contribuir com a inclusão escolar, principalmente no que diz respeito à importância do estabelecimento de melhores relações interpessoais entre os alunos. Segundo a Análise do Comportamento, ao nos debruçarmos sobre o ambiente escolar, devemos analisar as variáveis presentes em sala de aula, procurando desenvolver e mediar ações efetivas para cada contexto. Em vista disso, é importante analisar as contingências que emergem no ambiente escolar, buscando entender as variáveis que influenciam as relações interpessoais entre os alunos para, a partir disso, planejar ações educacionais e organizar a sala de aula visando a ocorrência de trocas sociais que aprimorem o comportamento social dos alunos com e sem deficiência, propiciando que ambos possam enfrentar de modo mais eficaz os desafios da vida em sociedade.

Biografia do Autor

Mary Cristina Olimpio Pinheiro, Universidade Federal da Grande Dourados
Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Grande Dourados (PPGEdu/UFGD) e psicóloga formada pelo Curso de Graduação em Psicologia da Universidade Federal da Grande Dourados.
Aline Maira da Silva, Universidade Federal da Grande Dourados
Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Grande Dourados (PPGEdu/UFGD). Doutora e mestre em Educação Especial pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos (PPGEEs/UFSCar) e psicóloga formada pelo Curso de Graduação em Psicologia da Universidade Federal de São Carlos.
Publicado
2018-08-18