O Estado do Conhecimento sobre a prática da pesquisa como instrumento pedagógico na educação básica: as produções acadêmicas dos programas de pós-graduação stricto sensu no Brasil

  • Christiane Caetano Martins Fernandes
  • Jorge Luis D’Ávila

Resumo

.

Referências

ALVES-MAZZOTTI, Alda. Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O Método nas Ciências Naturais e Sociais: Pesquisa Quantitativa e Qualitativa. São Paulo: Pioneira. 1998.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Portugal: Edições 70, 1977.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC, 1997.

______. Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino médio: Bases Legais. Brasília: MEC, 2000.

______. Diretrizes curriculares nacionais para o ensino médio. Brasília: Ministério da Educação, 2011.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. Campinas, SP: Autores Associados, 2005.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, Campinas, ano 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002. Disponível em:<http://www.fe.unicamp.br/alle/textos/NSAFAsPesquisasDenominadasEstadodaArte.pdf>. Acesso em: 20 maio. 2012.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1991.

HADDAD, Sérgio. Juventude e escolarização: uma análise da produção de conhecimentos. Brasília: MEC/ Inep/ Comped, 2002. (Série Estado do Conhecimento nº 8). Disponível em: <http://www2.undime.org.br/htdocs/download.php? >. Acesso em 15 de dez. de 2012.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisas, elaboração, análise e interpretação de dados São Paulo: Atlas, 1999.

LÜDKE, Menga. A pesquisa e o professor da escola básica: que pesquisa, que professor? In: CANDAU, Vera Maria (org.). Ensinar e aprender: sujeitos, saberes e pesquisa. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

MORAES, Roque. Educar pela pesquisa: exercício de aprender a aprender. In: MORAES, Roque, LIMA, Valderez Marina do Rosário. Pesquisa na sala de aula: tendências para a educação em novos tempos. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2012.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo Estado da Arte em educação. Diálogo educacional, Curitiba, v. 6, n.19, p. 37-50, set./dez. 2006. Disponível em: <http://alfabetizarvirtualtextos.files.wordpress.com/2011/08/as-pesquisas-denominadas-do-tipo-estado-da-arte-em-educac3a7c3a3o.pdf>. Acesso em 13 de abril de 2012.

SOARES, Magda Becker. Alfabetização no Brasil: o estado do conhecimento. Brasília: MEC/INEP, 1989.151 p. Disponível em: <http://www.mec.inep.gov.br>. Acesso em: 12 de maio de 2012.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2011.

Publicado
2017-04-12
Como Citar
Fernandes, C. C. M., & D’Ávila, J. L. (2017). O Estado do Conhecimento sobre a prática da pesquisa como instrumento pedagógico na educação básica: as produções acadêmicas dos programas de pós-graduação stricto sensu no Brasil. InterMeio: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação - UFMS, 22(42/44). Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/intm/article/view/3377