O estágio supervisionado na licenciatura em música e o desenvolvimento da autonomia

  • Priscilla Harumi Shiozawa Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Nilceia Protásio Universidade Federal de Goiás (UFG)

Resumo

O presente trabalho se propõe a analisar as contribuições do estágio supervisionado para a formação do professor de música. A pesquisa configura-se como um estudo de caso, tomando o Curso de Música-Licenciatura da Universidade Federal de Goiás, e tem como objetivos: a) Compreender a importância do estágio supervisionado para a formação dos professores de Música; b) Analisar o processo de atuação do estagiário, considerando as experiências adquiridas nos diferentes espaços: educação básica, espaço formal e espaço alternativo; c) Identificar como as experiências de estágio contribuem para a autonomia do professor de música. Os dados foram coletados considerando o Projeto Pedagógico de Curso e o Regulamento do Estágio, e por meio de entrevistas com professores e acadêmicos. Os estagiários reconhecem a importância das experiências que decorrem da prática do estágio, porém ressaltam que é necessário haver objetivos mais claros em relação ao conteúdo abordado. Sobre o desenvolvimento da autonomia, tanto estagiários quanto orientadores acreditam que não depende somente de uma das partes envolvidas, mas é resultado do constante diálogo e das trocas de experiências, na busca de um professor de música que tenha conhecimentos musicais e pedagógicos suficientes para atuar em diferentes contextos.

Publicado
2017-10-16
Como Citar
Shiozawa, P. H., & Protásio, N. (2017). O estágio supervisionado na licenciatura em música e o desenvolvimento da autonomia. InterMeio: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação - UFMS, 23(45). Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/intm/article/view/5077